quinta-feira, 31 de março de 2016

VARAL DE POESIA CONTRA O MOSQUITO AEDES AEGYPTI

O Mosquito Escreve

O Mosquito pernilongo
trança as pernas, faz um M,
depois, treme, treme, treme,
faz um O bastante oblongo,
faz um S.


O mosquito sobe e desce.
Com artes que ninguém vê,
faz um Q,
faz um U e faz um I.


Esse mosquito esquisito
cruza as patas, faz um T.


E aí, se arredonda e faz outro O,
mais bonito.


Oh!
já não é analfabeto,
esse inseto,
pois sabe escrever o seu nome.


Mas depois vai procurar
alguém que possa picar,
pois escrever cansa, não é, criança?


E ele está com muita fome.        (Cecília Meileles in “Ou isto ou aquilo”)


TRABALHO REALIZADO PELOS ALUNOS DOS 6º ANOS D, E e F NA DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA DA PROFª FABÍOLA

































                                  






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Professores 2017

Funcionários 2017